25/02/2017

Conheça os SuperAlimentos que dão mais vida às nossas refeições



A maior parte das pessoas já deve ter ouvido falar em Superalimentos. Hoje em dia está muito na moda falar em bagas gogi, sementes de chia, quinoa, etc. mas sabia que os brócolos, os espinafres, as couves de Bruxelas, o agrião e as nozes também são Superalimentos?

Em Superalimentos, refeições com mais vida  (à venda a partir do dia 3 e março) de Mafalda Rodrigues de Almeida, vai encontrar receitas para quem procura integrar superalimentos nas rotinas do dia-a-dia, prevenir doenças ou ter uma saúde mais equilibrada.

Por exemplo sabia que?
Os mirtilos ajudam a prevenir doenças cardiovasculares?
As bagas de goji retardam o avanço da doença de Alzheimer?
A romã ajuda a regular a tensão arterial?
As nozes melhoram a memória e os estados de humor?
A beterraba previne o desenvolvimento de cancro

Aproveite para falar com Mafalda Rodrigues de Almeida e perceba onde pode utilizar os superalimentos, em que quantidades e quantas vezes ao dia.

Sobre a autora:
Mafalda Rodrigues de Almeida licenciou-se em Ciências da Nutrição pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz e obteve o grau deMestre em Políticas Alimentares pela City, University of London. É autora do blog Loveat, onde partilha receitas e dicas para uma alimentação e estilos de vida saudáveis, e trabalha como consultora na área de inovação alimentar na restauração para proporcionar aos consumidores refeições mais equilibradas do ponto de vista nutricional. Exerce ainda nutrição Clínica na área de Lisboa. Participa no programa “Faz Sentido” do canal SIC Mulher com uma rubrica mensal dedicada à alimentação saudável e ministra workshops semanais de cozinha vegetariana, saudável ou sem glúten.
Visite o blogue da autora emwww.loveat.p


Comer bem, viver melhor. Alimentação, saúde e bem-estar. A nova aposta da Guerra e Paz



EU COMO SEM GLÚTEN
Marion Kaplan e Audrey Etner 
Páginas: 200 páginas
PVP: 15,50 €
Não Ficção/Alimentação, Saúde e Bem-Estar
Nas livrarias a 1 de Março
Guerra e Paz Editores

SINOPSE
A maior parte da nossa alimentação contém glúten, uma proteína do trigo e outros cereais. Devido ao seu consumo em excesso, sofremos no dia-a-dia pequenos males, mais ou menos incómodos: distúrbios intestinais, problemas de pele, dores nas articulações, excesso de peso… Com tudo isto, como podemos recuperar o bem-estar e a vitalidade?
Marion Kaplan e Audrey Etner propõem-nos um guia prático e pedagógico, divertido e descomplexado para compreender porque se deve e como se deve comer sem glúten, sem nos privarmos de nada nem passarmos a viver numa caverna!

          Descubra quais são os problemas que o trigo nos pode provocar.
          Conheça facilmente que alimentos devemos privilegiar ou evitar.
          Aprenda as técnicas essenciais para cozinhar sem glúten.
          Experimente os melhores truques para comer fora sem se preocupar.

É hora de começar a escutar o nosso corpo e mudarmos os nossos hábitos alimentares. Porque uma boa alimentação é a chave para uma vida saudável!

Sobre as autoras:
Marion Kaplan. É uma nutricionista francesa, autora de 15 livros sobre saúde. Explora as questões ligadas à alimentação e aos problemas alimentares há mais de trinta anos, abordando diversos regimes, como o vegetarianismo e o méto¬do Kousmine. Foi um caminho iniciado de¬vido aos seus próprios problemas de saúde e para os quais a medicina não encontrava as melhores respostas. Os seus trabalhos valeram-lhe já diversas distinções.
Audrey Etner. é consul¬tora editorial. Desde sempre apaixonada pela escrita, manteve um blogue sobre es¬tilos de vida saudáveis e foi chefe de redac¬ção da revista FemininBio. Celíaca com a doença auto-imune causada pela perma¬nente sensibilidade ao glúten desde a ado-lescência e agora mãe, está comprometida no debate sobre os assuntos que a apaixo¬nam, nomeadamente as questões ligadas à alimentação e à ecologia. Diz que estará «sempre ao lado de todos aqueles felizes utópicos que querem mudar o mundo».

FAZER AS PAZES CONSIGO MESMO
Saverio Tomasella 
Páginas: 208 
PVP: 15,50 €
Não Ficção/Alimentação, Saúde e Bem-Estar
Nas livrarias a 1 de Março
Guerra e Paz Editores

SINOPSE
Aprendermos a amar-nos é difícil. Exige paciência e tempo. É necessário conhecermo-nos a nós mesmos. É necessário termos orgulho de existir. É necessário aceitarmos as nossas próprias qualidades e os nossos defeitos, qualidades e defeitos que nos tornam singulares e únicos.
Saverio Tomasella convida-nos a seguir o caminho desta aprendizagem. Quais são as etapas essenciais? Acima de tudo, é preciso descobrir o que nos impede de ser felizes, dando um sentido a estes impedimentos, libertando-nos deles: das angústias, dos sentimentos de culpa, das vergonhas, das exigências tirânicas, dos conflitos íntimos… Ao aceitarmos viver com a nossa solidão, abrem-se-nos relações criativas e fecundas.
Com este livro, encontrará uma disponibilidade interior nova para estar mais consciente em relação a si mesmo e mais aberto ao mundo, em todos os momentos da sua vida.

Sobre o autor:
Saverio Tomasella. (1966) é um psicanalista francês, fundador do Centro de Estudos e de Investigação em Psicanálise. Fez dois doutoramentos, o primeiro em Gestão das Organizações (Psicanálise e Comunicação), em 2002, pela Universidade de Nice; e o segundo em Psicanálise Clínica, em 2016, pela Uni¬versidade Paris-7. Ganhou o prémio Nico¬las Abraham e Maria Torok, em 2012, pelo livro Renaître Après un Traumatisme. Além da psicanálise, tem-se dedicado tam¬bém à investigação e à escrita, tendo já pu¬blicado mais de 20 livros. Fazer as Pazes Consigo Mesmo é o seu primeiro livro em Portugal. O seu lema é: «toda a psicanálise é um humanismo».


LIVRO: Dois Prémio Nobel da Paz. Cinco dias. Uma questão intemporal.


“The question may be timeless, but their answer has urgent significance.” — Time Magazine

"This sparkling, wise, and immediately useful gift to readers from two remarkable spiritual masters offers hope that joy is possible for everyone even in the most difficult circumstances, and describes a clear path for attaining it." — Publishers Weekly
"The world needs joy and compassion more than ever before – and who better than Archbishop Tutu and the Dalai Lama to show us how it is done. This beautiful book takes us on the journey of their friendship and gives us the gift of their wisdom. A bright spot of hope and love in this world.“ — Sir Richard Branson

Mais críticas em: bookofjoy.org/media


Dois gigantes da espiritualidade. Cinco dias. Uma questão intemporal.  Como encontrar alegria num mundo em constante sofrimento?

Um livro único em que dois galardoados com o Prémio Nobel da Paz partilham com o mundo os seus pensamentos, crenças e espiritualidade.


Esta é a questão intemporal a que se propuseram responder dois grandes mestres espirituais do nosso tempo: Sua Santidade o Dalai Lama e o Arcebispo Desmond Tutu em O Livro da Alegria (Nascente l 336 pp l 19,99€), um bestseller instantâneo. Ambos viveram vidas tumultuosas e repletas de sofrimento, mas foram capazes de descobrir a paz, a coragem e a alegria a que todos podemos aspirar. A sua coragem, resiliência e esperança inabalável na humanidade inspiram milhões de pessoas em todo o mundo.

Por ocasião do aniversário de Sua Santidade, estes dois grandes amigos encontraram-se na Índia. Durante uma semana marcada pela boa disposição, refletiram sobre as suas experiências e partilharam a sua sabedoria sobre como viver com alegria perante todas as adversidades que se nos colocam. São estes ensinamentos que agora podemos encontrar nesta obra inédita, assim como um conjunto de exercícios práticos que visam ajudar os leitores a superar os obstáculos à alegria e a alcançar uma felicidade duradoura. Alguns desses exercícios são práticas que o Dalai Lama e o Arcebispo Tutu usam diariamente e que constituem âncoras das suas vidas emocionais e espirituais.

A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata em www.nascente.pt/livros/o-livro-da-alegria. Capa e press release em anexo.

Para celebrar um dos nossos aniversários especiais, encontrámo-nos em Dharamsala para desfrutarmos da nossa amizade e criar algo que esperamos que seja uma prenda de aniversário para os outros. Talvez não exista nada mais alegre do que o nascimento e, no entanto, há tanta vida desperdiçada com tristeza, stress e sofrimento que esperamos que este pequeno livro seja um convite a mais alegria e mais felicidade.
Não há nenhum destino sombrio que determine o futuro. Nós é que o determinamos. A cada dia e a cada momento, podemos criar e recriar as nossas vidas e a própria qualidade da vida humana no nosso planeta. É esse o poder que detemos. A felicidade duradoura não pode ser encontrada na busca de qualquer objetivo ou realização. Não reside na fortuna nem na fama. Reside apenas na mente e no coração humanos e é aí que esperamos que a encontrem.
 O nosso companheiro de escrita, Douglas Abrams, acedeu ama­velmente a ajudar-nos neste projeto e entrevistou-nos ao longo de uma semana em Dharamsala. Pedimos-lhe que entretecesse as nos­sas vozes e oferecesse a sua como narrador, para podermos partilhar não apenas as nossas opiniões e as nossas experiências, mas também aquilo que os cientistas e outros descobriram ser as fontes da alegria. Não precisam de acreditar em nós. Na verdade, nada daquilo que dizemos deverá ser tomado como um artigo de fé. Partilhamos aquilo que dois amigos, de mundos muito diferentes, testemunharam e aprenderam durante as suas longas vidas. Esperamos que venham a descobrir se aquilo que aqui incluímos é verdade, aplicando-o às vossas próprias vidas. 
Cada dia é uma nova oportunidade para começar de novo. Cada dia é o dia do vosso aniversário. Que este livro possa ser uma bênção para todos os seres sencientes e para todos os filhos de Deus — incluindo vocês. Tenzin Gyatso, Sua Santidade o Dalai Lama e Desmond Tutu, Arcebispo Emérito da África do Sul
SOBRE OS AUTORES

Sua Santidade o 14.º Dalai Lama, Tenzin Gyatso, é o líder espiritual do povo tibetano e do budismo tibetano. Vive no exílio em Dharamsala, na Índia, mas viaja bastante pelo mundo, promovendo os princípios da bondade e da compaixão e, acima de tudo, a paz mundial. Em 1989, foi galardoado com o Prémio Nobel da Paz.
Desmond Mpilo Tutu, Arcebispo Emérito da África do Sul, tornou-se um proeminente líder na luta pela justiça e pela reconciliação racial no seu país. Em 1994, Nelson Mandela nomeou-o presidente da Comissão da Verdade e da Reconciliação da África do Sul, onde foi pioneiro numa nova forma de os países progredirem depois de terem vivido o conflito civil e a opressão. É um ícone da paz e da luta pelos direitos humanos no mundo. Em 1984, foi-lhe atribuído o Prémio Nobel da Paz.
Douglas Abrams é escritor, editor e agente literário. Tem trabalhado com autores visionários que pugnam por um mundo mais equilibrado, saudável e justo. Durante mais de uma década, trabalhou com Desmond Tutu como seu coautor e editor. Saiba mais sobre o projeto que deu origem a este livro em: www.bookofjoy.org